Como falar com a parceira sobre disfunção erétil?

Casal a conversar A disfunção erétil tem um impacto negativo na vida do homem, levando a sentimentos de culpa e raiva. Estes e outros sentimentos levam muitas vezes ao isolamento e impedem que o problema seja discutido com a parceira. A comunicação entre parceiros é fundamental para o tratamento da disfunção erétil, pelo que discutir este assunto com a sua parceira é o primeiro passo a dar para a solução do problema. Ultrapasse a vergonha e fale abertamente sobre o sexo e a sua relação com a sua parceira, para que juntos possam descobrir que factores estão a causar esta condição e qual a melhor forma de procurar ajuda. 
Comece por explicar como se sente e de que forma a disfunção erétil está a afetar a sua performance sexual e a sua vida. Explore outras alternativas para conseguir prazer sexual e discuta sobre as hipóteses de tratamento actualmente disponíveis.

Por onde começar?

É normal que se sinta constrangido antes de começar a falar, porém, deve lembrar-se que nunca a disfunção erétil foi tão discutida na sociedade como agora, deixando de ser um tabu entre homens e mulheres.

Se começar por discutir a disfunção erétil com a sua parceira lhe parece demasiado extremo, comece por um assunto mais confortável para si, permitindo-lhe preparar melhor a sua abordagem. Evite ter esta conversa após as relações sexuais, principalmente se estas tiverem sido afetadas pelos seus problemas de ereção. É normal que se tal acontecer as emoções levem a melhor e o assunto acabe em discussão.

Escolha um momento em que ambos se encontrem calmos e descontraídos para que a conversa flua da melhora maneira. Pode sentir vergonha, mas a disfunção erétil é mais comum do que pensa.

A disfunção erétil também afeta a sua parceira

Mulher triste na camaPor muito que a disfunção erétil afete a sua vida, esta também tem um impacto na vida da sua parceira. É normal que devido aos problemas de ereção, muitos homens evitem a intimidade, afastando-se das parceiras. A sua parceira pode não saber qual o motivo do seu afastamento e em vez de resolver a situação, pode estar a criar mal entendidos. Discutir o seu problema com a sua parceira de uma forma aberta é assim fundamental para que o casal consiga restabelecer a sua vida sexual, bem como a sua parceira não ficará com a ideia de que a causa do problema é ela, por já não a achar atraente o suficiente.

No caso de as dificuldades de comunicação impedirem que fale com a sua parceira sobre a disfunção erétil, considere fazer terapia de casal para aumentar a abertura entre o casal.