Quais as causas da disfunção erétil?

Diagrama com as causas da disfunção erétilA disfunção erétil pode ser causada por problemas físicos, psicológicos ou por uma combinação dos dois. No caso dos problemas físicos, a limitação do fluxo sanguíneo para o pénis é a principal causa de disfunção erétil, sendo esta motivada pela obstrução dos vasos que fornecem sangue ao pénis. Os problemas emocionais, o stress e a ansiedade afectam frequentemente homens mais jovens e interferem na condução dos impulsos nervosos do cérebro para o pénis durante a estimulação sexual.

Independentemente de sofrer de disfunção erétil de causa física, psicológica ou ambas, um diagnóstico clínico eficaz irá permitir compreender a origem deste problema e identificar que outras condições de saúde subjacentes estão a contribuir para o seu desenvolvimento.

 

Problemas de saúde e tratamentos que causam disfunção erétil

Existem condições de saúde que só por si ou devido ao seu tratamento, contribuem para o desenvolvimento da disfunção erétil. O quadro abaixo resume as principais condições responsáveis pelo desenvolvimento desta condição, quer o seu impacto seja físico ou psicológico.

Causas Fisicas Causas Psicológicas
Doença cardíaca Depressão
Aterosclerose Ansiedade
Colesterol elevado Stress
Tensão arterial elevada Problemas na relação
Diabetes Falta de comunicação entre parceiros
Obesidade Nervosismo
Doença de Parkinson Baixa auto-estima
Esclerose múltipla Sentimentos de culpa

Diabetes

A diabetes é uma doença crónica que pode danificar os nervos e os vasos sanguíneos intervenientes no processo de ereção. Para além de afectar a capacidade de ereção, a diabetes pode influenciar a produção de hormonas sexuais masculinas, que têm um impacto no desejo sexual do homem.

Estima-se que 35% a 75% dos homens com diabetes irá sofrer de disfunção erétil durante as suas vidas, sendo que esta condição os afecta em média mais cedo, do que aos homens que não sofrem de diabetes, especialmente se esta condição não estiver bem controlada.

Hipertensão

A hipertensão é a maior causa de disfunção erétil comprovada, sendo que 49% dos homens com hipertensão entre os 40 e os 79 anos sofre deste problema. Isto deve-se ao facto de a hipertensão impedir que as artérias que transportam sangue para o pénis dilatem, para além de dificultar o relaxamento do músculo liso do pénis e consequentemente a entrada de sangue para este órgão. Como resultado, o aporte sanguíneo não é suficiente para que o pénis consiga uma ereção e ainda que esta seja conseguida, será difícil de manter.

Para além da hipertensão arterial ser só por si uma causa de disfunção erétil, os medicamentos envolvidos no seu tratamento como os diuréticos e os beta-bloqueadores, são frequentemente associados aos problemas de ereção.

Problemas de próstata

Os problemas de próstata não são uma causa direta de disfunção erétil, porém o seu tratamento pode levar ao desenvolvimento desta condição.

A disfunção erétil pode ser consequente a tratamentos como radiação, terapia hormonal e prostatectomia, ocorrendo semanas ou até alguns meses após o início do tratamento.

Influência do estilo de vida

Alguns hábitos do estilo de vida podem aumentar o risco de vir a sofrer desta condição, para além de contribuírem para outros problemas de saúde bem conhecidos. Em baixo estão descritos os principais factores do estilo de vida que contribuem para o desenvolvimento da disfunção erétil.

  • cigarroFumar aumenta o risco de aterosclerose (endurecimento das artérias), o que dificulta a circulação de sangue pelo corpo, incluindo para o pénis. Dependendo do grau, deixar de fumar pode ajudá-lo a recuperar parcialmente ou completamente a função erétil.
  • obesidadeA obesidade contribui para o desenvolvimento de várias causas da disfunção erétil. Entre as causas físicas motivadas pela obesidade distinguem-se a diabetes, o colesterol elevado e a hipertensão. A depressão é o principal factor psicológico causado pela obesidade.
  • alcoolO consumo excessivo de álcool pode inibir a capacidade erétil por impedir a circulação de sangue para o pénis e afectar a produção da hormona sexual masculina testosterona.
  • drogaO consumo de drogas como marijuana, cocaína ou outras drogas ilegais pode causar impotência por danificar os vasos sanguíneos e consequentemente restringir a circulação de sangue para o pénis.